A Mineração de Minas Gerais é mesmo internacional?

A Mineração de Minas Gerais é mesmo internacional?

Saiba mais sobre a noite de entrega do Selo EU PARTICIPO ao Mercure Vila da Serra e Restaurante Olegário.

Por Monica Cordeiro, com comentários de especialistas convidados.

Um debate de alto nível a respeito do setor de Mineração em Minas Gerais, um jantar sofisticado e restaurante lotado –  marcaram a  entrega do SELO EU PARTICIPO  ao Mercure Vila da Serra e ao Restaurante Olegário.

Os novos membros da REDE EU PARTICIPO do Projeto INTERNACIONALIZA BH mostraram bem o porquê de serem  participantes –  a especial capacidade de bem acolher convidados e, em especial, à comunidade estrangeira. Por sua localização, o Mercure Vila da Serra tem em sua carteira de clientes executivos de diversas empresas do setor de mineração – e por este motivo o debate mostrou-se bastante adequado.

A presença e comentários dos especialistas convidados: Sr. Rolf Georg Fuchs, diretor da empresa Integratio, da Sra. Junia Cerceau, Gerente de Atração de Negócios e Investimentos do Sistema Fiemg, e do Sr. Ottavio Carmignano, do Conselho de Mineração e Siderurgia da ACMinas e UFMG  – instigaram a todos a refletir sobre o quão internacional  e inovador efetivamente  é hoje o setor de mineração em Minas Gerais.

Em seu comentário, a Sra. Junia Cerceau apresentou o programa desenvolvido pela Fiemg – o Internet of Things – IoT  for Mining –  que  funcionará como um hub de pesquisa colaborativa de base industrial e tem por missão fomentar o desenvolvimento de inovações técnicas, métodos e tecnologias para melhorar a produtividade, competitividade, segurança e impacto ambiental do setor de mineração, em Minas Gerais.”

O segundo participante foi Ottavio Carmignano, que afirmou que embora as empresas mineradoras não inovem em produtos, o fazem intensamente em processos produtivos, citando como exemplos o aproveitamento de finos de minério de ferro desenvolvido em Minas Gerais, ainda na década de 70, e o aproveitamento de fosfato na região do triangulo mineiro, assim como o ferro nióbio, destacando a CBMM, empresa mineira que domina o mercado mundial deste produto.  Como referências internacionais, destacou Estados Unidos – lembrando do perfil de uma empresa como a  3M (Minnesota Mining and Manufacturing),  da metalurgia do Japão, entre outras.

A intervenção do terceiro participante foi precedida de uma provocação pela moderadora do debate –  citando José Mendo Misael de Souza:  Podemos concordar com o Sr. Mendo, que afirmou  “se a agricultura é pop, a mineração é top”?

Rolf Fuchs propôs uma reflexão  sobre os temas de imagem e reputação – e das ações importantes para que o setor seja melhor compreendido e defendido pela sociedade.  Comentou que de três atividades humanas consideradas poluidoras, a mineração, a extração de madeiras e a agricultura, a mineração tem o menor impacto, por promover a preservação ambiental de áreas de no mínimo cinco vezes maior que as áreas por ela diretamente impactadas. Por outro lado, a atividade de extração madeireira é responsável por desmatamentos desnecessários, a agricultura possui significativo impacto e o setor de mineração é considerado  pelo público em geral  como o maior poluidor, chegando a ser  indesejável pela sociedade de maneira geral.  Destacou países de tradição mineral em que existe “orgulho por ser uma região mineradora”. Propõe-se, assim, inovação conceitual, uma mudança comportamental – para a forma de atuação das empresas do setor, com maior união entre as mesmas e alinhamento da mensagem de sua importância.

Em síntese, acredito que todos saímos convencidos que o setor mineral de Minas Gerais seja realmente de alta tecnologia e de ponta.  Vimos, também –  que ainda há um caminho a percorrer, em termos comportamentais, mas que há excelentes iniciativas em curso e que “urge” não perder mais este trem da história.

O impecável jantar servido coroou nossa noite e animou as conversas nas mesas de nossos convidados. Parabéns às equipes do Mercure e Olegário, nas pessoas do Cássio, do Roberto, da Jaqueline – que tão bem nos receberam nesta noite especial.

____________

Acesse o registro fotográfico da entrega do Selo “EU PARTICIPO” ao Mercure Vila da Serra e Restaurante Olegário.

No comments
Share:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *